Saúde

José Ricardo fiscaliza unidades de saúde nesta sexta, confirmando que os problemas continuam e irá cobrar soluções do Governo do Estado

 

Na manhã desta sexta-feira (18), o deputado José Ricardo, juntamente com o ex-vereador Waldemir José, ambos do PT, realizou duas fiscalizações de unidades de saúde: Policlínica Cardoso Fontes, no Centro; e Instituto da Criança do Amazonas (Icam). Em ambas as unidades, encontrou problemas de atendimento, de estrutura, de falta de profissionais e de materiais, como ainda equipamentos quebrados e falta de alguns tipos de medicamentos.

“Continua crítica a saúde do Estado, tanto da capital quanto do interior. São sempre os mesmos problemas, demonstrando a falta de prioridade e de gestão deste Governo, que faz parte do mesmo grupo político que está no poder do Amazonas há mais de 35 anos. Vou continuar fazendo a minha parte, fiscalizando, denunciado as irregularidades e cobrando providências, por meio de relatórios encaminhados aos órgãos competentes”, declarou José Ricardo, que também cobra na Assembleia a instalação da CPI da Saúde, que pretende investigar os mais de 600 contratos de empresas com o Estado.

Na Policlínica Cardoso Fontes, o deputado encontrou a unidade sem Raio-X, um estava quebrado e o outro não está funcionando por falta de estrutura para a sua instalação. Além disso, faltam alguns medicamentos e materiais para exames laboratoriais; os profissionais de saúde reclamam da falta de sistema de informação, pois os atendimentos ainda são feitos manualmente, o que já ocasionou perda de prontuário de pacientes. “Também faltam médicos pneumologista-pediatra e  generalista, e outros profissionais da saúde”, disse o parlamentar.

Ele destacou ainda que na unidade de saúde referência no tratamento de tuberculose há somente um médico pneumologista. “A estrutura do hospital não é adequada e necessitaria ser mais arejada. Os usuários reclamam do Sisreg, pois é demorado e as vagas acabam servindo a pacientes comuns em detrimento de quem realmente necessita”.

Já no Instituto da Criança, José Ricardo constatou que a unidade de saúde precisa de mais farmacêuticos, técnicos e administrativos, pois parte do medicamento utilizado no tratamento das crianças é reconstituído pela própria farmácia do Instituto. Necessitam também de uma pequena ampliação no setor e alguns equipamentos para manipulação dos medicamentos. Mas os profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) são terceirizados.

Assessoria de Comunicação do Deputado José Ricardo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *